sábado, 1 de março de 2008

O Cabelo Caiu



Olá, hoje é um olá mais triste.
Embora eu já soubesse que era hoje e até já o tivesse cortado, sinto-me deveras triste por grande parte do meu cabelo ter caído. Mas como há sempre uma luz ao fundo do túnel tenho que pensar que apesar de tudo ainda sobraram uns projectos de cabelo para contar a história, até fico mais nova.
Aceitam-se sugestões.
Uma beijoca amiga

7 comentários:

Rafeiro Perfumado disse...

Que se lixe o cabelo, até volta a crescer e tudo. Tens é de ter cuidado e não passar perto de manifestações de extrema-direita! ;)

Beijoca!

Gata Verde disse...

Lembra-te que é só uma fase,depois ele volta a crescer lindo como dantes!

Euzinho "O Esposo" disse...

Amore mio. que tal uma tatuagem no alto da careca, Ahm?

É que depois de isto tudo passado, não a vias mais.

Beijos GRANDES

Euzinho "O Esposo" disse...

Vais ver que no fim desta guerra GANHA ainda nos vamos rir destas mensagens, com a tua força e com a ajuda de todos os amigos, não nos ha-de vençer.

Beijos GRANDES

Carlos António Carvalho disse...

Minha querida filha

Qualquer pessoa que veja esta tua foto sem cabelo vai pensar que é o teu pai e não tu. Estás uma xerox do teu velho. E não sou só eu a dizê-lo, mas tb tua irmã e a Ro.
Quando tinha oito anos, devido a uma doença terrível na época (tinha), tiveram que tirar-me grande parte do cabelo com pinça, um por um.

Como não resultou, nem o medicamento que teu avô conseguiu dos EUA, tive que retirar todo o cabelo por um processo de raios (ultra qq coisa).
Tive que sair da escola, ter aulas particulares e não sair muito na rua por causa da gozação. Andava de gorro castanho feito em lã pela tua bisavó de quem herdaste o nome Claudia.

Foram uns meses difíceis, mas, como tudo na vida, passaram depressa.
O mais importante é o AMOR e o CARINHO dos que nos são queridos e nos enche o coração de alegria.
Cada vez mais, tenho orgulho nas filhas que DEUS me deu e sei que estão preparadas para enfrentar as adversidades da vida.

Isso me deixa tranquilo para o dia em que me despedir das agruras desta existência que apesar de tudo me tem dado muito mais alegrias.
Um ABRAÇO muito apertado e muitos beijos de AMOR do pai que te adora e com que podes contar para tudo e para sempre.

Aproveito para mandar um grande abraço ao NUNO e muitas beijocas para a minha neta LAURA do
Avô CÁTÓ

Anónimo disse...

ôi prima, até que ficas bem sem cabelo...qual é a tua...está namoda!! mas com o lenço tb não ficas nada mal, e com o borrachinho da Laura ao lado.
Olha não dá para transplantar da pera do Nuno!!!
Beijinhos lindos para ti para a Laura, para o Nuno não....um abraço.
O teu primo amigo Carlos.Aparece na Figueira.

Monique disse...

Olá, eu não te conheço, mas gostaria de deixar minha mensagem, sei que as vezes sente falta dos fios de cabelo que já caíram, que muitas vezes nem quer olhar no espelho, se sente diferente, e por isso se prende numa angústia que só você e Deus sabe...Mas querida, o seu sorriso, continua o mesmo, e ele apesar de tímido é cativante sabia?!Todos nós um dia teremos o nosso exterior modificado, seja por alguns fios de cabelo que caíram, ou por alguns dentinhos que não teremos mais, e até mesmo a pele irrugada que antes era tão lisinha...O que sempre será igual "nosso interior", e é isto que importa para Deus, aquele que te criou, que sabe o que está passando, e que te dá forças a cada dia, afinal "A misericórdia do Senhor se renova a cada manhã"

Deixo aqui um abraço,e mesmo sem te conhecer já sei te admirar!

FORÇA e CORAGEM SEMPRE!!!

Monique

(Se quiser conversar, muito prazer sou Monique,meu orkut é Jesus tú és a rocha mais alta que eu)