quarta-feira, 7 de julho de 2010

De volta à luta

Olá amigos,

os resultados chegaram....... e não são bons......mas podia sempre ser pior.

Vou voltar à luta, o meu bicho resolveu deixar cá as patinhas e agora tenho de as despachar em grande velocidade para ao pé do corpinho que já partiu.

Irei fazer uns exames que faltam e depois vou começar com a quimio e depois radio, em principio serão 6 meses de grande luta mas que conto sair vencedora.
Enquanto cá estiver darei luta, eu sou dura de roer. Irei aproveitar todos os minutos, adoro viver e vou ser feliz.
Numa caixinha estão guardados todos os pensamentos negativos, cuja chave já tratei de deitar fora. Por mim, pela minha pipoca, pelo "euzinho", pela família que está a meu lado e pelos amigos, eu não desisto. Ainda não acabei a minha missão e tenho sonhos por realizar, ficarão em suspenso durante estes 6 meses, como se o mundo parasse e depois começasse tudo de novo.

Por hoje é tudo. Quando tiver mais pormenores virei contar-vos.

Beijinhos
Marina

40 comentários:

Lina Querubim disse...

Marina...lamento muito!!!
Nem sei o que escrever...vejo que estás disposta a lutar mais uma vez e é essa a GUERREIRA que conheço!
Deixo-te aqui o meu apoio como sempre e estamos juntas nesta luta injusta eu com a minha parte de te desejar sempre o melhor!!!
Espero que os Anjos te protejam e que derrotem esse "NOJENTO" de vez!!!!
Beijinhos no teu coração!!!!!

BRANCAMAR disse...

Venho trazer um abraço e sei muito bem que serás uma vencedora.
Um abraço então, apertadinho e beijinhos

Natália disse...

Marina
Já ontem te disse,podes contar com os amigos,estamos como sempre estivemos contigo,sei o que passaste,mas admirei sempre a tua Força,muitas vezes vim aqui em silencio e á nossa querida catedral buscar a força que eu mesma necessitava.
Sei que vais ter agora essa mesma Força e vais vencer mais esta batalha Amiga.
Muitos e muitos beijinhos.

maguie disse...

Marina
e uma vez mais vais vencer mais esta batalha com grande garra muita fé e determinação, acreditar, acreditar sempre, estou contigo, estamos contigo amiga, força, vais conseguir
beijinhos
..

IsaLenca disse...

Acredita que vais ser uma Vencedora!
Um grande xi. Bjs

Gatapininha disse...

Olá Marina
É preciso é ter força e não desistir, por ti, pela pipoca e pelo maridos e todos os outros que gostam de ti.
Custa, mas vai ter que ser e vais vencer novamente.

jokas

coisinhasdateresa disse...

Olá Marina!!
Esta é a força que lhe conheço, assim é que é!! sempre a lutar!!!
Para tudo o que precisar, estou aqui. Sabe onde me encontrar!
Beijinho,
Teresa

Alda disse...

Assim falam as guerreiras!

Acredito na tua força Marina, e acredito que vais sair vencedora desta luta!

Força!
Beijinhos grandes

Filomena disse...

Marina,


Tu tens força, muita!

Já te incluo nas minha orações mas agora vou rezar ainda mais por ti.

Conta comigo e com tanta gente que está a torcer por ti.


Um abraço muito forte


Filomena

Nela disse...

Marina,

Não é, de todo, o que se quer saber. Não é o que se quer ouvir...
Mas é o que é. E vamos estar aqui todas à tua volta para te ajudar a ultrapassar, mais uma vez, esta fase. Vai ser uma fase e vais conseguir ultrapassá-la. Muitos beijinhos

nosurprises disse...

Um beijinho e muita força porque acredito que com força e muita força de vontade tudo se consegue.

Isa disse...

olá Marina.
Que corra tudo bem, e com a força que tens e a familia a tua volta, vais conseguir vencer mais esta luta.
Um beijinhi

Xanfrada disse...

Quem sou eu para dizer o que que seja...
Só "enquanto há vida há esperança".
FORÇA e não se deixe vencer.
Foi a nossa e da Susana grande luta.
Beijinhos.
O pai Bártolo

Geninha disse...

Marina vim muitas vezes aqui em silêncio arranjar forças para mim e acompanhar as tuas melhoras, sei que esta luta é para os Fortes e tu és uma delas.
Estamos aqui todas com muita energia positiva para te ajudar a ultrapassar este momento dificil.
Muita Força e Acredita SEMPRE.

Um Beijinho de admiração pela pessoa que és.

Ana Paula disse...

Marina, ja la vai um pouco mais de um ano que vim pela 1ª vez ao teu blog, estavamos as duas a fazer radioterapia em Coimbra. A tua historia a tua força ajudou-me imenso e sempre soube que eras uma mulher de garra.

Força amiga, vais vencer

Beijinhos

jorge henriques disse...

Olá Marina
Venho deixar um abraço bem apertado e dizer-lhe que a bixarada nâo pode ficar a rir-se portanto força e vamos lá ganhar mais esta batalha .Estamos todos a fazer força deste lado e com esta energia positiva nâo há bixarada que resista !!!!!!
ABREIJOS
jorge

Susana Neves disse...

Que essa força não acabe nunca.

Está nas minhas orações.

Vai correr tudo bem.

Beijinhos grandes e vá dando notícias

Isabel Venâncio disse...

Olá, Marina

Lamento! Eu sei que é difícil! Lembro-me muito de si e sempre com o desejo de que tudo acabe bem.
Vou ser-lhe sincera!
Não acho bem que diga que vai deixar as coisas boas da vida em suspenso, por seis meses!
Da luta e da resistência física e psicológica também faz parte o prazer de viver e a busca do que há de bom em cada dia.
Não corra a cortina; assim entra mais luz.
Um abraço
isabel

Isabel Venâncio disse...

Olá, Marina

Lamento! Eu sei que é difícil! Lembro-me muito de si e sempre com o desejo de que tudo acabe bem.
Vou ser-lhe sincera!
Não acho bem que diga que vai deixar as coisas boas da vida em suspenso, por seis meses!
Da luta e da resistência física e psicológica também faz parte o prazer de viver e a busca do que há de bom em cada dia.
Não corra a cortina; assim entra mais luz.
Um abraço
isabel

Beta disse...

Força Marina vais conseguir vencer mais uma vez. Estou contigo.
MUITOS BEIJOS.

Marcia disse...

Marina,estará sempre em minhas orações,com certeza vencerá,pois estaremos sempre a te dar forças.
Fica com Deus e com os anjos!
beijinhos

Teresa disse...

Olá, Marina
A nossa força individual é meio caminho andado, a de todas juntas é ainda mais forte. Continua com a tua força e conta também com a nossa.
Um grande beijinho,
TeresaP

Gata Verde disse...

De certeza que nunca encontrarás a maldita chave, porque terás sempre o apoio daqueles que gostam de ti!
TU ÉS GRANDE!!
TU ÉS VENCEDORA!!!

Nunca te esqueças disso...
beijossssssssssssssssssssssssssss

Graça Lopes disse...

Apesar da notícia não ser para festejar, gostei de sentir a força das palavras e espero que esse ânimo continue até derrotar esse malvado de vez. Força Marina. Conte comigo para a "carregar" de energia e coragem. Beijo grande!

XekimZinho disse...

Olá Amiga.

Uma linda e Feliz Semana pra si e família.

Beijinhos

May Alek disse...

Não é uma notícia boa, mas não é a pior, como você diz. E mais uma vez não faltarão forças em você, e o meu pensamento positivo junto com o das meninas serão aquela forcinha extra.
Concordo com a Isabel, não vale a pena fechar a cortina, a vida está em você e merece ser vivida. Bora lá dar continuidade aos sonhos, àqueles que são possíveis de realizar durante o tratamento.
E no mais é acreditar, acreditar, acreditar...
Beijo e abraço carinhosos

Renata (impermeável a) disse...

querida menina... pés e cabelça nesta nova luta.............. e depois so comemorar a vitória.


força e paz!

Lina Querubim disse...

Estou de volta Marina como estás???
Beijinhos e muita Esperança!
Fica com os Anjos e a palavra é ACREDITAR por muito que custe...

A força e a sabedoria

R. Barros conta que, a cada ano, a cidade se reunia para um concurso. Quem cortasse mais troncos durante 15 horas levava o prêmio. O mestre lenhador sempre ganhava.

Um dia, um rapaz resolveu desafiá-lo. Confiando na sua juventude e disposição, apostou muito dinheiro em si mesmo.

O concurso começou. A cada hora, o mestre sentava-se um pouco.

“Ele já perdeu a vitalidade”, pensava o rapaz, enquanto trabalhava sem parar.

No final, foi feita a contagem: e o mestre ganhou.

“Não é possível!”, disse o rapaz para o mestre. “Como pode ter ganho, se eu vi o senhor parar muitas vezes para descansar?”

“Eu não estava descansando”, respondeu o mestre. “Eu parava para afiar o machado”.


Marina, com calma e preseverança se chega longe!!!
Beijinho

Anónimo disse...

Beijinhos graaaaaaaaaaaaaaaandes

Anónimo disse...

Desculpa: os beijinhos grandes são meus. Madalena

Carla disse...

Olá Marina!!

Também eu estou aqui para deixar mais uma mensagem de FORÇA, FÉ e ESPERANÇA!!!! Não vamos dar tréguas neste missão!!!
Beijinhos

Carla Damásio

Geninha disse...

Olá Marina
Passei para saber como vai.
Força.

Beijinhos

Anónimo disse...

Olá,
Vim aqui parar um bocadinho por acaso.
Não gostei nada desta última novidade. Uma vez chega, não é?
Tive cancro da mama há 2 anos, fui tratada no IPO do Porto e continuo a ser acompanhada lá. São muito bons e muito empenhados, mas descobri que nós tb temos a nossa quota parte de "trabalho" - para recuperar do estado em que os tratamentos nos deixaram e para manter o cancro longe.
Desde o início do ano tenho alterado bastante uma série de coisas na minha vida - devagar, pq são mudanças grandes, mas lá vou indo. Estas mudanças são também uma forma de recuperar algum controle, algum poder sobre a minha saúde...
3 coisas essencialmente: alimentação, hábitos de vida mais saudáveis (pelo menos 1/2 hora de caminhada diária) e psicoterapia (finalmente marquei uma consulta com uma médica em que confio muito para Agosto).
A grande luta tem sido com a minha alimentação - cortei com leite de vaca e derivados, reduzi drasticamente o consumo de hidratos de carbono (açúcar e farinhas brancas nem pensar e só mantenho "os pesados": feijão, grão, lentilhas, ... e mm assim pouco), carne de porco tb não é recomendável.
Não é muito fácil comer com estas restrições todas - a começar pelo pequeno-almoço, sem pão nem leite - parece mesmo impossível. Mas não é!
Como imensa fruta fresca variada, frutos secos, legumes e saladas.
Como carne e peixe, mas não necessariamente a todas as refeições. Bebo leite de soja - uma chávena ao pequeno-almoço.
Como muita sopa.
É óbvio que não me lembrei de fazer estas coisas todas sozinha, li bastante e procurei ajuda profissional. É óbvio também que não a quero convencer a fazer o que estou a fazer. Mas a verdade é que há muitas formas de lutar. Acredito mesmo que há caminhos complementares ao da medicina tradicional e que esses caminhos podem fazer uma grande diferença.
Acima de tudo temos que continuar a acreditar, a viver cada dia intensamente e não baixar os braços.
Desejo-lhe tudo de bom,
Helena

jorge henriques disse...

alõ alõ está alguem ???
nok nok nok olá Marina entâo? estou á espera que abra a porta já me doi as pernitas de estar de pé eu quero entrar e sentar no sofá .
beijocas cá do je- ui espero que o esposo nao seja ciumento hehe
abraço
jorge

paula disse...

ola amiga
passei para deixar muita energia positiva, beijinhos de luz e abraços bem apertados!!!

fisioterapia oncológica e distúrbio linfático disse...

olá querida ,sou fisioterapeuta oncológica há 12 anos em brasília e sofro com vocês quando a noticia é ruim.mas tenho muita fé em Deus e nos meus momentos dificeis só ele me da força e sabedoria para superar esse momento.Deus dá o tamanho da cruz que podemos carregar então força ,coragem ,quando quiser chorar ,chore,espernei ,mas depois levante a cabeça se ajeite ,fique bonita e siga em frente você vai superar essa fase dificel e vai sair dela mais forte ,tendo a certeza que pouca coisa vai te abalar.nos momentos dificeis não se torne amarga ,triste,rancorosa não adianta não faz o tempo passar mais rápido e sim faz com que as pessoas que te
amam se afaste .arrume um passa tempo ,um livro ,assuntos que te interressam e assim sem perceber mais um tempo ruim se foi .boa sorte .estou sempre aqui para conversar e te apoiar mesmo de lonje ,torcendo por você .QUE DEUS TE ABENÇOE E TE ILUMINE .AMÉM .LUCIANA MARTINS FISIOTERAPEUTA BRASILIA

Anónimo disse...

muita força é o que desejo.

jorge henriques disse...

Olá Marina passei para desejar um optimo Domingo e deixar um abraço,
hoje vi a porta aberta e entrei para fugir da canicula ,hehe

ABREIJOS
jorge

Coruja disse...

Força, Marina... e muito amor!

O amor cura!
Abre-lhe os braços, o coração e a alma.

Até breve.

Xanfrada disse...

Olá Marina
Da outra margem, em nome da Susana, pois seria o que tambèm ela faria, deixo-lhe um grande xi-coração.
O pai Bártolo