quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Ajudar a Isabel



"Oi pessoal,
De facto a vidinha prega-nos cada partida. Estou há um mês nos HUCs com uma leucemia. Tudo começou com uma xata duma dor de cabeça que não me largava. Já não ía há 12 anos ao médico (odeio médicos...), fiz umas simples análises ao sangue e tumba já não saí do hospital.
Já fiz um primeiro tratamento de quimo durante 10 dias, mas correu mal; não fiz remissão de qualquer espécie. As minhas células imaturas, como eles gostam de lhe chamar, tornaram a aparecer. Por isso foi um bluff. Estou agora a fazer um novo tratamento, da 1ªvez, foi continuo (sempre a pingar) durante 10 dias e basicamente 2 substâncias. Agora faço mais uma substância e é feito ao meio-dia, durante cerca de 2 horas e depois às 17:00 durante 4 horas.
Tento sempre que posso acompanhar as coisas do trabalho para ajudar a passar o tempo, por vezes tenho um bocado de febre de maneira que até suporto o Jorge Gabriel e a Sónia Araujo...para não falar na Júlia Pinheiro....
Uma vez conseguida a remissão (o que parece não estar a ser fácil), vou ter que fazer transplante de medula óssea, caso contrário a probabilidade da doença voltar é grande. Como tenho 4 irmãos talvez algum seja compatível, penso que há 25% de hipótese, teoricamente. Por isso, façam meninos; filho único está tramado.
Como o Nabais disse para ser dador basta ir a um dos centros de histocompatibilidade (em Coimbra é dentro dos HUCs) e fazer uma simples análise de sangue. Ficam depois inscritos no banco mundial de dadores.
Se alguma vez forem depois chamados a fazer a doação, actualmente um dos procedimentos (segundo me explicaram os médicos), é estar cerca de 4 horas ligados a uma máquina que "filtra" do vosso sangue células estaminais. Talvez ao fim vos ofereçam o jantar...Os custos são todos suportados pelas instituições de saúde, por isso ir dar medula por exemplo a Honolulu até pode ser interessante.
Agora, um pouco mais a sério, de facto existe um forte hipotese de nenhum dos meus irmãos não serem compatíveis e por isso posso precisar da vossa ajuda.
Beijinhos e obrigada
Isabel"


Eu não posso doar, mas posso fazer circular a noticia , e coloquei no meu blog, posso não posso, Nela e Lina?
E deixo aqui uma mensagem de esperança, que quem possa ajude, cada vez mais as pessoas estão elucidadas para que um pouco de sangue possa salvar uma vida, boa sorte Isabel e que a vida te sorria :) beijinhos

6 comentários:

paula disse...

Eu e o joão pai já fazemos parte do banco de dados de dadores de medula...Não custa nada... É só tirar um bocadinho de sangue... e podemos salvar vidas!!!
Força Isabel
Paula Padinha

Kris disse...

Força para a Isabel. Um grande beijo para ti.
Deixei-te um desafio no meu blog
Jocas Grandes

Graça Lopes disse...

Força Isabel.
Tudo vai correr bem, ACREDITAR é a palavra de ordem.
Coragem a todos os possíveis dadores de medula. Vá lá, não custa nada!
Beijos

Linda disse...

Olá Cabeludamailinda!
Lindo gesto de solidariedade este! Eu já fui dadora de sangue, deixei porque os meus valores eram baixos e não podia, este ano vou fazer outra vez os testes para ver se já estão normais e ai acredita que vou doar de certeza!
Força Isabel que vais conseguir, bjs

Agora um aparte, adorei o almoço como sempre!
Beijinhos
Linda

Observador disse...

Não posso doar.
O que posso, e devo, é dar força à Isabel para que tudo se perfile no sentido de que tudo corra o melhor possível.

Um beijinho para a Isabel e outro para a Marina.

Lisa disse...

Amiga,

A tua generosidade é infinita!
Tens tantas preocupações na tua cabecinha e ainda te preocupas desta forma com os outros.
És especial!!!

Isabel,
Que tudo não passe de um valente susto e em breve possa suspirar de alívio. O segredo é acreditar. FORÇA!!!

Beijinhos

Lisa